terça-feira, 8 de maio de 2012

NR 7 - ANAMNESE CLÍNICO-OCUPACIONAL


A anamnese é fundamental ,pois tem por objetivo construir a história clínica-ocupacional completa e não se limitar à profissão do paciente, explorando sintomas, sinais clínicos e exames complementares.

Que conteúdo se espera de uma anamnese bem conduzida?
A anamnese deve:
a Investigar a ocorrência de doenças pregressas ou atuais, relacionadas ou não ao trabalho;
b Ser dirigida aos sinais e sintomas de cada aparelho e sistema, devendo estar atenta à pesquisa das alterações de saúde passíveis de ocorrer em face dos riscos detectados;
c Confirmar antecedentes ocupacionais,principalmente a ocorrência de acidentes ou
doenças, além de afastamentos;
d Avaliar todas as funções exercidas e exposições a riscos ocupacionais específicos,
registrando as repercussões na saúde ocorridas em cada uma delas;
e Confirmar a existência ou inexistência de queixas no momento do exame;
f Investigar os hábitos e estilo de vida do (a) trabalhador (a).

O que deve evidenciar a anamnese?
Na anamnese ocupacional, deve ficar evidente o que o (a) trabalhador (a) faz, como faz, com que produtos e instrumentos ele entra em contato, quanto faz, onde, em que condições e há quanto tempo faz.

O que investigar quanto ao mundo do trabalhador na empresa ?
Devem ser considerados: as suas atividades; os horários de trabalho; as pausas; o ritmo de trabalho; o descanso semanal; a mensuração de sua produção e a forma de controle; a posição de trabalho e o esforço físico; o levantamento e o transporte manual de cargas; a existência de ferramentas; máquinas e equipamentos no processo e ambiente de trabalho; a matéria-prima utilizada e as formas de seu
processamento; os produtos químicos utilizados; os possíveis riscos químicos e biológicos; os movimentos repetitivos; as compressões localizadas; as condições ambientais de conforto, relações inter-humanas de trabalho (com colegas, chefias e clientes), etc.
Deve ainda o médico investigar o nível de satisfação do (a) trabalhador (a), perguntando-lhe, como ele (a) se sente e o que pensa sobre seu trabalho e ainda procurar verificar se o (a) trabalhador (a) conhece outros (as) trabalhadores (as) com problemas semelhantes aos seus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário